terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Darci Montanari



E mais uma vez a vida desaparece por entre os dedos, e nada podemos fazer para sustentá-la... Adeus Darci!!!!!!

...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

E viva o verão......


E mesmo sabendo de tudo isso, estou contando os dias pra ir pra praia... rsrsrs



Verão também é sinônimo de pouca roupa e muito chifre, pouca cintura e muita gordura, pouco trabalho e muita micose.
Verão é picolé de Kisuco no palito reciclado, é milho cozido na água da torneira, é coco verde aberto pra comer a gosminha branca.
Verão é prisão de ventre de uma semana e pé inchado que não entra no tênis.
Mas o principal ponto do verão é.... a praia! Ah, como é bela a praia.
Os cachorros fazem cocô e as crianças pegam pra fazer coleção.
Os casais jogam frescobol e acertam a bolinha na cabeça das véias.
Os jovens de jet ski atropelam os surfistas, que por sua vez, miram a prancha pra abrir a cabeça dos banhistas.
O melhor programa pra quem vai à praia é chegar bem cedo, antes do sorveteiro, quando o sol ainda está fraco e as famílias estão chegando.
Muito bonito ver aquelas pessoas carregando vinte cadeiras, três geladeiras de isopor, cinco guarda-sóis, raquete, frango, farofa, toalha, bola, balde, chapéu e prancha, acreditando que estão de férias.
Em menos de cinqüenta minutos, todos já estão instalados, besuntados e prontos pra enterrar a avó na areia.
E as crianças? Ah, que gracinhas!
Os bebês chorando de desidratação, as crianças pequenas se socando por uma conchinha do mar, os adolescentes ouvindo seus MP5s enquanto dormem.
As mulheres também têm muita diversão na praia, como buscar o filho afogado e caminhar vinte quilômetros pra encontrar o outro pé do chinelo.
Já os homens ficam com as tarefas mais chatas, como perfurar o poço pra fincar o cabo do guarda-sol.
É mais fácil achar petróleo do que conseguir fazer o guarda-sol ficar em pé.
Mas tudo isso não conta, diante da alegria, da felicidade, da maravilha que é entrar no mar!
Aquela água tão cristalina, que dá pra ver os cardumes de latinha de cerveja no fundo.
Aquela sensação de boiar na salmoura como um pepino em conserva.
Depois de um belo banho de mar, com o rego cheio de sal e a periquita cheia de areia, vem aquela vontade de fritar na chapa.
A gente abre a esteira velha, com o cheiro de velório de bode, bota o chapéu, os óculos escuros e puxa um ronco bacaninha.
Isso é paz, isso é amor, isso é o absurdo do calor!!!!!
Mas, claro, tudo tem seu lado bom.
E à noite o sol vai embora.
Todo mundo volta pra casa tostado e vermelho como mortadela, toma banho e deixa o sabonete cheio de areia pro próximo.
O Shampoo acaba e a gente acaba lavando a cabeça com qualquer coisa, desde creme de barbear até desinfetante de privada.
As toalhas, com aquele cheirinho de mofo que só a casa da praia oferece.
Aí, uma bela macarronada pra entupir o bucho e uma dormidinha na rede pra adquirir um bom torcicolo e ralar as costas queimadas.
O dia termina com uma boa rodada de tranca e uma briga em família.
Todo mundo vai dormir bêbado e emburrado, babando na fronha e torcendo, pra que na manhã seguinte, faça aquele sol e todo mundo possa se encontrar no mesmo inferno tropical...
Qualquer semelhança com a vida real, é uma mera coincidência.
Luis Fernando Veríssimo

Beijos no coração!
Namastê!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Tire o pó... se precisar




Não leve a faxina ou o trabalho tão a sério!
Pense que a camada de pó vai proteger a madeira que está por baixo dela!

Uma casa só vai virar um lar quando você for capaz de escrever "Eu te amo" sobre os móveis !

Antigamente eu gastava no mínimo 8 horas por semana para manter tudo bem limpo, caso "alguém aparecesse para visitar" - mas depois descobri que ninguém passa "por acaso" para visitar- todos estão muito ocupados passeando, se divertindo e aproveitando a vida!
E agora, se alguém aparecer de repente?
Não tenho que explicar a situação da minha casa a ninguém...

... as pessoas não estão interessadas em saber o que eu fiquei fazendo o dia todo enquanto elas passeavam, se divertiam e aproveitavam a vida...

Caso você ainda não tenha percebido:
A VIDA É CURTA ... APROVEITE-A!!!

Tire o pó ... se precisar...
mas não seria melhor pintar um quadro ou escrever uma carta, dar um passeio ou visitar um amigo,
assar um bolo e lamber a colher suja de massa, plantar e regar umas sementinhas?
Pese muito bem a diferença entre QUERER e PRECISAR!

Tire o pó... se precisar...
mas você não terá muito tempo livre...
para beber champanha, nadar na praia (ou na piscina), escalar montanhas, brincar com os cachorros,
ouvir música e ler livros, cultivar os amigos e aproveitar a vida!!

Tire o pó... se precisar...
mas a vida continua lá fora, o sol iluminando os olhos, o vento agitando os cabelos, um floco de neve,
as gotas da chuva caindo mansamente....
Pense bem, este dia não voltará jamais !!

Tire o pó... se precisar....
mas não se esqueça que você vai envelhecer e muita coisa não será mais tão fácil de fazer como agora...
E quando você partir, como todos nós partiremos um dia, também vai virar pó!!!

Nínguém vai se lembrar de quantas contas vc pagou, nem de sua casa tão limpinha, mas vão se lembrar de sua amizade, de sua alegria e do que vc ensinou.

AFINAL:
"Não é o que você juntou, e sim o que você espalhou que reflete como você viveu a sua vida."

Beijos no coração!
Namastê!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Sobre relacionamentos...



Se um homem quer você, nada pode mantê-lo longe.
Se ele não te quer, nada pode faze-lo ficar.
Pare de dar desculpas (de arranjar justificativas) para um homem e seu comportamento.
Permita que sua intuição (ou espírito) te proteja das mágoas.
Pare de tentar se modificar para uma relação que não tem que acontecer.
Mais devagar é melhor.
Nunca dedique sua vida a um homem antes que você encontre o que realmente te faz feliz.
Se uma relação terminar porque o homem não te tratou como você merecia, "dane-se", mande pro inferno, "esquece!", vocês não podem "ser amigos".
Um amigo não destrataria outro amigo.
Não conserte.
Se você sente que ele está te enrolando, provavelmente é porque ele está mesmo.
Não continue (a relação) porque você acha que "ela vai melhorar"
Você vai se chatear daqui um ano por continuar a relação quando as coisas ainda não estiverem melhores.
A única pessoa que você pode controlar em uma relação é você mesma.
Evite homens que têm um monte de filhos, e de um monte de mulheres diferentes.
Ele não casou com elas quando elas ficaram grávidas, então, porque ele te trataria diferente?
Sempre tenha seu próprio círculo de amizade, separadamente do dele.
Coloque limites no modo como um homem te trata.
Se algo te irritar, faça um escândalo.
Nunca deixe um homem saber de tudo.
Mais tarde ele usará isso contra você.
Você não pode mudar o comportamento de um homem.
A mudança vem de dentro.
Nunca o deixe sentir que ele é mais importante que você, mesmo se ele tiver um maior grau de escolaridade ou um emprego melhor.
Não o torne um semi-Deus.
Ele é um homem, nada além ou aquém disso.
Nunca deixe um homem definir quem você é.
Nunca pegue o homem de alguém emprestado.
Se ele traiu alguém com você, ele te trairá.
Um homem vai te tratar do jeito que você permita que ele te trate.
Todos os homens NÃO são cachorros.
Você não deve ser a única a fazer tudo...compromisso é uma via de mão dupla.
Você precisa de tempo para se cuidar entre as relações.
Não há nada precioso quanto viajar.
Veja as suas questões antes de um novo relacionamento.
Você nunca deve olhar para alguém sentindo que a pessoa irá te completar...uma relação consiste de dois indivíduos completos.
Procure alguém que irá te complementar... não suplementar.
Namorar é bacana, mesmo se ele não for o esperado Sr. Correto.
Faça-o sentir falta de você algumas vezes... quando um homem sempre sabe que você está lá, e que você está sempre disponível para ele - ele se acha... (meu pai sempre disse isso!)
Nunca se mude para a casa da mãe dele.
Nunca seja cúmplice(co-assine) de um homem.
Não se comprometa completamente com um homem que não te dá tudo o que você precisa.
Mantenha-o em seu radar, mas conheça outros...
Compartilhe isso com outras mulheres e homens (de modo que eles saibam), você fará alguém sorrir, outros repensarem sobre as escolhas, e outras mulheres se prepararem.
Dizem que se gasta um minuto para encontrar alguém especial, uma hora para apreciar esse alguém, um dia para amá-lo e uma vida inteira para esquecê-lo.
O medo de ficar sozinha faz que várias mulheres permaneçam em relações que são abusivas e lesivas: Dr. Phill.
Você deve saber que você é a melhor coisa que pode acontecer para alguém e se um homem te destrata, é ele que vai perder uma coisa boa.
Se ele ficou atraído por você à primeira vista, saiba que ele não foi o único.
Todos eles estão te olhando, então você tem várias opções.
Faça a escolha certa.

" Ladies, cuidem bem de seus corações... "

Desconheço o autor!!!!

-----------------
Concordo com o texto acima, racionalmente falando, ele seria perfeito, se não fossemos humanos, se não agissemos por impulso, se não dessemos bola para nosso coração... vira um paradoxo... mulheres, temos intuição.... vamos usar, isso aliado a bom senso nos dá uma luz, quando temos que decidir qual o próximo passo a tomar!!!


Beijos no coração!
Namastê!!

Juliana

♫♫♫♫ Nesse instante escutando – Paula Fernandes – Pássaro de fogo ♫♫♫♫

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Os homens são o sexo frágil


Estudo israelense constata que os bebês do sexo masculino sofrem com mais complicações no parto e são mais suscetíveis a infecções logo após o nascimento.

Estudo mostra que oe bebês do sexo masculino têm sistema imunológico mais fraco que as meninas.
Um estudo realizado pela Universidade de Tel Aviv, em Israel, desbanca a ideia de que as mulheres são o sexo frágil. Depois de acompanhar 66 mil nascimentos, o estudo concluiu que o parto de meninos têm mais chances de ter complicações e que os bebês do sexo masculino têm mais doenças no período neonatal do que as meninas. O estudo também relata por que os homens têm uma expectativa de vida menor que as mulheres.

Já se suspeitava que os partos de meninos são mais complicados, mas esse estudo quis provar que a informação não era um mito. Segundo a avaliação final, os meninos podem ter um crescimento excessivo dentro do útero da mãe, o que resulta num possível parto prematuro e mais difícil.

As complicações no período neonatal estão ligadas às diferenças hormonais entre homens e mulheres. O médico Paulo Nader, presidente do Departamento Científico de Neonatologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, explica que o estrógeno, hormônio feminino, tem um efeito protetor e garante um sistema imunológico mais forte. É por isso os meninos recém-nascidos costumam ter mais infecções do que as meninas. A presença do estrógeno também permite uma resposta mais eficiente ao corticoide – hormônio ministrado à mãe em caso de parto prematuro com o propósito de acelerar o amadurecimento do pulmão do bebê. “É comum que meninos não tenham uma boa resposta ao corticoide e nasçam com o pulmão ainda imaturo, o que acarreta problemas respiratórios e a necessidade de internação na incubadora”, diz Nader.



A presença do estrógeno no corpo feminino também traz benefícios ao longo da vida. Segundo Nader, o estrógeno protege contra o depósito de colesterol nas artérias. Como não têm o hormônio, os homens ficam mais suscetíveis a desenvolver doenças cardiovasculares. “Depois da menopausa, quando a taxa de estrógeno na mulher cai, o risco de uma mulher ter essas doenças fica semelhante ao dos homens”, diz Nader.

O testosterona, hormônio masculino, está ligado a comportamentos de risco como agressividade e violência, que colocam o homem em situações de vulnerabilidade e diminuem sua expectativa de vida. “Eles correm esses riscos naturalmente, para proteger a sociedade, e são treinados para fazer isso sem questionar”, diz Marek Glezerman, professor envolvido no estudo da Universidade de Tel Aviv. “Os homens são conhecidos por terem uma expectativa de vida menor, são mais suscetíveis a infecções e têm menos chance de resistir a uma doença do que as mulheres. Logo, os homens são o sexo frágil”, afirma.

Fonte: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI68259-15257,00-OS+HOMENS+SAO+O+SEXO+FRAGIL.html

Namastê!
Beijos no coração!


♫♫♫♫ Nesse instante escutando – Juanes (feat Nelly Furtado) – Fotografia (álbum Un dia normal) ♫♫♫♫

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Casar de novo




Meus amigos separados não cansam de perguntar como consegui ficar casado 30 anos com a mesma mulher.
As mulheres sempre mais maldosas que os homens, não perguntam à minha esposa como ela consegue ficar casada com o mesmo homem, mas como ela consegue ficar casada comigo.
Os jovens é que fazem as perguntas certas, ou seja, querem conhecer o segredo para manter um casamento por tanto tempo.
Ninguém ensina isso nas escolas, pelo contrário.
Não sou um especialista do ramo, como todos sabem, mas dito isso, minha resposta é mais ou menos a que segue:
Hoje em dia o divórcio é inevitável, não dá para escapar. Ninguém agüenta conviver com a mesma pessoa por uma eternidade.
Eu, na realidade já estou em meu terceiro casamento - a única diferença é que casei três vezes com a mesma mulher.
Minha esposa, se não me engano está em seu quinto, porque ela pensou em pegar as malas mais vezes que eu.
O segredo do casamento não é a harmonia eterna.
Depois dos inevitáveis arranca-rabos, a solução é ponderar, se acalmar e partir de novo com a mesma mulher.
O segredo no fundo é renovar o casamento e não procurar um casamento novo. Isso exige alguns cuidados e preocupações que são esquecidos no dia-a-dia do casal.
De tempos em tempos, é preciso renovar a relação.
De tempos em tempos é preciso voltar a namorar, voltar a cortejar, seduzir e ser seduzido.
Há quanto tempo vocês não saem para dançar?
Há quanto tempo você não tenta conquistá-la ou conquistá-lo como se seu par fosse um pretendente em potencial?
Há quanto tempo não fazem uma lua-de-mel, sem os filhos eternamente brigando para ter a sua irrestrita atenção?
Sem falar dos inúmeros quilos que se acrescentaram a você depois do casamento.
Mulher e marido que se separam perdem 10 kg em um único mês - por que vocês não podem conseguir o mesmo?
Faça de conta que você está de caso novo.
Se fosse um casamento novo, você certamente passaria a freqüentar lugares novos e desconhecidos, mudaria de casa ou apartamento, trocaria seu guarda-roupa, os discos, o corte de cabelo, a maquiagem.
Mas tudo isso pode ser feito sem que você se separe de seu cônjuge.
Vamos ser honestos: ninguém agüenta a mesma mulher ou o mesmo marido por trinta anos com a mesma roupa, o mesmo batom, com os mesmos amigos, com as mesmas piadas.
Muitas vezes não é a sua esposa que está ficando chata e mofada, é você, são seus próprios móveis com a mesma desbotada decoração.
Se você se divorciasse, certamente trocaria tudo, que é justamente um dos prazeres da separação.
Quem se separa se encanta com a nova vida, a nova casa, um novo bairro, um novo circuito de amigos.
Não é preciso um divórcio litigioso para ter tudo isso.
Basta mudar de lugares e interesses e não se deixar acomodar.
Isso obviamente custa caro e muitas uniões se esfacelam porque o casal se recusa a pagar esses pequenos custos necessários para renovar um casamento. Mas se você se separar sua nova esposa vai querer novos filhos, novos móveis, novas roupas e você ainda terá a pensão dos filhos do casamento anterior.
Não existe essa tal "estabilidade do casamento" nem ela deveria ser almejada (muitas vezes é confundida com "acomodação", o que é cruel...). O mundo muda, e você também, seu marido, sua esposa, seu bairro e seus amigos.
A melhor estratégia para salvar um casamento não é manter uma "relação estável", mas saber mudar junto.
Todo cônjuge precisa evoluir: estudar, aprimorar-se, interessar-se por coisas que jamais teria pensado em fazer no inicio do casamento.
Isso é necessário também no trabalho, porque não na própria família? É o que seus filhos fazem desde que vieram ao mundo.
Portanto descubra a nova mulher ou o novo homem que vive ao seu lado, em vez de sair por aí tentando descobrir um novo interessante par.
Tenho certeza que seus filhos os respeitarão pela decisão de se manterem juntos e aprenderão a importante lição de como crescer e evoluir unidos apesar das desavenças.
Brigas e arranca-rabos sempre ocorrerão: por isso de vez em quando é necessário
casar-se de novo, mas tente fazê-lo sempre com o mesmo par.

Arnaldo Jabor

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Diandro...



Um dia especial

Eu hoje quero desejar
tudo aquilo que seja
de mais belo e puro
e dizer o quanto
você é querido
e amado por mim.

Deixe sua alegria se avolumar,
construa em você uma vida linda,
cheia de desejos realizados,
você com esse seu jeito,
tendo no olhar a esperança de vencer.

Que sua vida seja o caminho do amor,
só ele é capaz de mostrar o verdadeiro sentido da vida,
por isso olhe com sorriso mais esse ano que passou
e agradeça a Deus cada segundo vivido
e que os próximos sejam repletos de luz.

Para mim neste grande dia a maior felicidade
é dizer que tenho um grande primo,
e que a alegria que você busca insistentemente
te traga paz e segurança a si mesmo.

Hoje não é um dia como os demais,
ele se destaca porque é o dia que Deus lhe trouxe ao mundo,
que neste dia você confie na esperança,
pois acredito que sua força de vencer
sairá para tornar realidade trazendo a sua vida
sucessos e alegrias por ver os seus sonhos realizados.

Hoje é um dia especial em sua vida,
é um dia de avaliar o que foi feito,
dia de festejar sim, mas de refletir,
hoje é seu "Ano Novo" particular...
dia de tomar resoluções, um recomeço..

Hoje é dia do abraço dos amigos e família.
Dia de ganhar presentes, comer bolo...
dia de reiniciar, reinventar a si mesmo
de limpar gavetas e jogar fora o lixo.

Hoje é seu aniversário...
Desejo-lhe sorte, paz, alegria e saúde.
Mais um ano de vida começa agora...
Festeje, alegre-se, dançe, abrace , beije...
e faça de todos os dias um dia de festa.

NUNCA DEIXE DE SER ESSA PESSOA ESPECIAL QUE VOCÊ É!

Namastê!
Beijos no coração!!!!!!!
Te amo!!!!!

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Para viver 120 anos...

A única maneira de conservar a saúde é comer o que não quer, beber o que não gosta e fazer o que preferiria não fazer.' Em muitos casos, a frase de Mark Twain soa verdadeira. No entanto, as universidades de Harvard e Cambridge publicaram recentemente um compêndio com 21 conselhos saudáveis para melhorar a qualidade de vida de forma prática e habitual:


1) Um copo de suco de laranja diariamente para aumentar o ferro e repor a vitamina C.

2) Salpicar canela no café (mantém baixo o colesterol e estáveis os níveis de açúcar no sangue).

3) Trocar o pãozinho tradicional pelo pão integral que tem quase 4 vezes mais fibra, 3 vezes mais zinco e quase 2 vezes mais ferro que tem o pão branco.

4) Mastigar os vegetais por mais tempo. Isto aumenta a quantidade de químicos anticancerígenos liberados no corpo. Mastigar libera sinigrina, e quanto menos se cozinham os vegetais, melhor efeito preventivo têm.

5) Adotar a regra dos 80%: servir-se menos 20% da comida que ia ingerir. Evita transtornos gastrintestinais, prolonga a vida e reduz o risco de diabetes e ataques de coração. O futuro está na laranja, que reduz em 30% o risco de câncer de pulmão.

6) Fazer refeições coloridas como o arco-íris. Comer uma variedade de vermelho, laranja, amarelo, verde, roxo e branco em frutas e vegetais, cria uma melhor mistura de antioxidantes, vitaminas e minerais.

7) Comer pizza. Mas escolha as de massa fininha. O Licopeno, um antioxidante dos tomates pode inibir e ainda reverter o crescimento dos tumores; e ademais é melhor absorvido pelo corpo quando os tomates estão em molhos para massas ou para pizza.

8) Limpar sua escova de dentes e trocá-la regularmente. As escovas podem espalhar gripes e resfriados e outros germes. Assim é recomendado lavá-las com água quente pelo menos quatro vezes à semana (aproveite o banho no chuveiro), sobretudo após doenças quando devem ser mantidas separadas de outras
escovas.

9) Realizar atividades que estimulem a mente e fortaleçam sua memória. Faça alguns testes ou quebra-cabeças, palavras-cruzadas, aprenda um idioma,
alguma habilidade nova. Leia um livro e memorize parágrafos.

10) Usar fio dental e não mastigar chicletes. Acreditem ou não, uma pesquisa deu como resultado que as pessoas que mastigam chicletes têm mais possibilidade de sofrer de arteriosclerose, pois tem os vasos sanguíneos mais estreitos, o que pode preceder a um ataque do coração. Usar fio dental pode acrescentar
seis anos a sua idade biológica porque remove as bactérias que atacam aos dentes e o corpo.

11) Rir. Uma boa gargalhada é um 'mini-workout', um pequeno exercício físico: 100 a 200 gargalhadas equivalem a 10 minutos de corrida. Baixa o estresse e acorda células naturais de defesa e os anticorpos.

12) Não descascar com antecipação. Os vegetais ou frutas, sempre frescos, devem ser cortados e descascados na hora em que forem consumidos. Isso aumenta os níveis de nutrientes contra o câncer.

13) Ligar para seus parentes/pais de vez em quando. Um estudo da Faculdade de Medicina de Harvard concluiu que 91% das pessoas que não mantém
um laço afetivo com seus entes queridos, particularmente com a mãe, desenvolvem alta pressão, alcoolismo ou doenças cardíacas em idade temporã.

14) Desfrutar de uma xícara de chá. O chá comum contém menos níveis de antioxidantes que o chá verde, e beber só uma xícara diária desta infusão diminui o risco de doenças coronárias. Cientistas israelenses também concluíram que beber chá aumenta a sobrevida depois de ataques ao coração.

15) Ter um animal de estimação. As pessoas que não têm animais domésticos sofrem mais de estresse e visitam o médico regularmente, dizem os cientistas da Cambridge University. Os mascotes fazem você sentir se otimista, relaxado e isso baixa a pressão do sangue. Até um peixinho dourados pode causar um bom resultado.

16) Colocar tomate ou verdura frescas no sanduíche . Uma porção de tomate por dia baixa o risco de doença coronária em 30%, segundo cientistas da Harvard Medical School.

17) Reorganizar a geladeira. As verduras em qualquer lugar de sua geladeira perdem substâncias nutritivas, porque a luz artificial do equipamento destrói os flavonóides que combatem o câncer que todo vegetal tem. Por isso é melhor usar á área reservada a ela, aquela caixa bem embaixo. Comer como um passarinho. A semente de girassol e as sementes de sésamo nas saladas e cereais são nutrientes e antioxidantes. E comer nozes entre as refeições reduz o risco de diabetes.

18) Um mix de pequenas dicas para alongar a vida: Comer chocolate. Duas barras por semana estendem um ano a vida. O amargo é fonte de ferro, magnésio e potássio.

19) Pensar positivamente. Pessoas otimistas podem viver até 12 anos mais que os pessimistas, que ademais pegam gripes e resfriados mais facilmente.

20) Ser sociável. Pessoas com fortes laços sociais ou redes de amigos têm vidas mais saudáveis que as pessoas solitárias ou que só têm contato com a família.

21) Conhecer a si mesmo. Os verdadeiros crentes e aqueles que priorizam o 'ser' sobre o 'ter' têm 35% de probabilidade de viver mais tempo. Não parece tão sacrificante, não é verdade? Uma vez incorporados os conselhos, facilmente tornam-se hábitos.
É exatamente o que diz uma certa frase de Sêneca: - 'Escolha a melhor forma de viver, o costume a tornará agradável.'

Hábitos saudáveis são muito importantes em nossa vida,

Você quer?

Beijos no coração!!!!!!
Namastê!!!!!!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Feliz...



Um anjinho está a caminho.... vou ser titia dinovo!!!!!!!!

Beijos no coração!

Namastê!

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Sobre a vírgula



Muito legal a campanha dos 100 anos da ABI (Associação Brasileira de Imprensa).

Vírgula pode ser uma pausa... ou não.
Não, espere.
Não espere.

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.

Pode ser autoritária.
Aceito, obrigado.
Aceito obrigado.

Pode criar heróis.
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

E vilões.
Esse, juiz, é corrupto.
Esse juiz é corrupto.

Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

Uma vírgula muda tudo.

ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.


QUEM CANTA, SEUS MALES ESPANTA
QUEM CANTA SEUS MALES, ESPANTA.

Namaste!
Beijos no coração!

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Vida Saudável - Parte 5



As universidades de Harvard e Cambridge publicaram recentemente um compêndio com vinte conselhos saudáveis para melhorar a qualidade de vida de forma prática e habitual.



1- Um copo de suco de laranja diariamente para aumentar o ferro e repor a vitamina C;

2- Salpicar canela no café (mantém baixo o colesterol e estáveis os níveis de açúcar no sangue);

3- Trocar o pãozinho tradicional pelo pão integral que tem quase 4 vezes mais fibra, 3 vezes mais zinco e quase 2 vezes mais ferro que tem o pão branco;

4- Mastigar os vegetais por mais tempo. Isto aumenta a quantidade de químicos anticancerígenos liberados no corpo. Mastigar libera sinigrina. E quanto menos se cozinham os vegetais, melhor efeito preventivo têm;

5- Adotar a regra dos 80%: servir-se menos 20% da comida que ia ingerir evita transtornos gastro-intestinais, prolonga a vida e reduz o risco de diabetes e ataques de coração;


6- O futuro está na laranja, que reduz em 30% o risco de câncer de pulmão;

7- Fazer refeições coloridas como o arco-íris. Comer uma variedade de vermelho, laranja, amarelo, verde, roxo e branco em frutas e vegetais, cria uma melhor mistura de antioxidantes, vitaminas e minerais;

8- Comer pizza. Mas escolha as de massa fininha. O Licopene, um antioxidante dos tomates pode inibir e ainda reverter o crescimento dos tumores; e ademais é melhor absorvido pelo corpo quando os tomates estão em molhos para massas ou para pizza;

9- Limpar sua escova de dentes e trocá-la regularmente. As escovas podem espalhar gripes e resfriados e outros germes. Assim, é recomendado lavá-las com água quente pelo menos quatro vezes à semana (aproveite o banho no chuveiro), sobretudo após doenças quando devem ser mantidas separadas de outras escovas;

10- Realizar atividades que estimulem a mente e fortaleçam sua memória...Faça alguns testes ou quebra-cabeças, palavras-cruzadas, aprenda um idioma, alguma habilidade nova... Leia um livro e memorize parágrafos;

11- Usar fio dental e não mastigar chicletes. Acreditem ou não, uma pesquisa deu como resultado que as pessoas que mastigam chicletes têm mais possibilidade de sofrer de arteriosclerose, pois, tem os vasos sanguíneos mais estreitos, o que pode preceder a um ataque do coração. Usar fio dental pode acrescentar seis anos a sua idade biológica porque remove as bactérias que atacam aos dentes e o corpo;

12- Rir. Uma boa gargalhada é um 'mini-workout', um pequeno exercício físico: 100 a 200 gargalhadas equivalem a 10 minutos de corrida. Baixa o estresse e acorda células naturais de defesa e os anticorpos;

13- Não descascar com antecipação. Os vegetais ou frutas, sempre frescos, devem ser cortados e descascados na hora em que forem consumidos. Isso aumenta os níveis de nutrientes contra o câncer;

14- Ligar para seus parentes/pais de vez em quando. Um estudo da Faculdade de Medicina de Harvard concluiu que 91% das pessoas que não mantém um laço afetivo com seus entes queridos, particularmente com a mãe, desenvolvem alta pressão, alcoolismo ou doenças cardíacas em idade temporã;

15- Desfrutar de uma xícara de chá. O chá comum contém menos níveis de antioxidantes que o chá verde, e beber só uma xícara diária desta infusão diminui o risco de doenças coronárias. Cientistas israelenses também concluíram que beber chá aumenta a sobrevida depois de ataques ao coração;

16- Ter um animal de estimação. As pessoas que não têm animais domésticos sofrem mais de estresse e visitam o médico regularmente, dizem os cientistas da Cambridge University. As mascotes fazem você sentir se otimista, relaxado e isso baixa a pressão do sangue. Os cães são os melhores, mas até um peixinho dourados pode causar um bom resultado;

17- Colocar tomate ou verdura frescas no sanduíche. Uma porção de tomate por dia baixa o risco de doença coronária em 30%, segundo cientistas da Harvard Medical School;



18- Reorganizar a geladeira. As verduras em qualquer lugar de sua geladeira perdem substâncias nutritivas, porque a luz artificial do equipamento destrói os flavonóides que combatem o câncer que todo vegetal tem. Por isso é melhor usar á área reservada a ela, aquela caixa bem embaixo;

19- Comer como um passarinho. A semente de girassol e as sementes de sésamo nas saladas e cereais são nutrientes e antioxidantes. E comer nozes entre as refeições reduz o risco de diabetes;

20- E, por último, um mix de pequenas dicas para alongar a vida:

- comer chocolate. Duas barras por semana estendem um ano a vida. O amargo é fonte de ferro, magnésio e potássio;

- pensar positivamente. Pessoas otimistas podem viver até 12 anos mais que os pessimistas, que ademais pegam gripes e resfriados mais facilmente;

- ser sociável. Pessoas com fortes laços sociais ou redes de amigos têm vidas mais saudáveis que as pessoas solitárias ou que só têm contato com a família;

- conhecer a si mesmo. Os verdadeiros crentes e aqueles que priorizam o 'ser' sobre o 'ter' têm 35% de probabilidade de viver mais tempo.





Uma vez incorporados, os conselhos, facilmente tornam-se hábitos...



É exatamente o que diz uma certa frase de Sêneca:



'Escolha a melhor forma de viver e o costume a tornará agradável !'


Namastê
Beijos no coração!

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Educação


Essa pergunta foi a vencedora em um congresso sobre vida sustentável.

"Todo mundo 'pensando' em deixar um planeta melhor para nossos filhos...
Quando é que 'pensarão' em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"


Uma criança que aprende o respeito e a honra dentro de casa e recebe o exemplo
vindo de seus pais, torna-se um adulto comprometido em todos os aspectos, inclusive em respeitar o planeta onde vive... o papel da escola é passar o conhecimento e não a educação.

Por favor.... pensem nisso e tomem as atitudes necessárias!!!!!!
Juntos conseguiremos!

Namastê!
Beijos no coração!



♫♫♫♫ Nesse instante escutando – KT Tunstall - Suddenly I See ♫♫♫♫

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Entrevista da ISTOÉ com Roberto Shinyashiki

Boa tarde amigos...
Dias sem postar, por falta de tempo e de vontade tbem...
Recebi um e-mail com essa entrevista em jan/2006 mas não sei quando exatamente ela esteve na revista... de qualquer forma... é muito bom e vale a pena dispensar uns minutos na sua leitura...




"Observador contumaz das manias humanas, Roberto Shinyashiki está cansado dos jogos de aparência que tomaram conta das corporações e das famílias. Farto de semideuses, Roberto Shinyashiki faz soar seu alerta por uma mudança de atitude: "O mundo precisa de pessoas mais simples e verdadeiras."
Por Camilo Vannuchi

ISTOÉ - Quem são os heróis de verdade?
Roberto Shinyashiki - Nossa sociedade ensina que, para ser uma pessoa de sucesso, você precisa ser diretor de uma multinacional, ter carro importado, viajar de primeira classe. O mundo define que poucas pessoas deram certo. Isso é uma loucura. Para cada diretor de empresa, há milhares de funcionários que não chegaram a ser gerentes. E essas pessoas são tratadas como uma multidão de fracassados. Quando olha para a própria vida, a maioria se convence de que não valeu a pena porque não conseguiu ter o carro nem a casa maravilhosa. Para mim, é importante que o filho da moça que trabalha na minha casa possa se orgulhar da mãe. O mundo precisa de pessoas mais simples e transparentes. Heróis de verdade são aqueles que trabalham para realizar seus projetos de vida, e não para impressionar os outros. São pessoas que sabem pedir desculpas e admitir que erraram.


ISTOÉ - O sr. citaria exemplos?
Shinyashiki - Dona Zilda Arns, que não vai a determinados programas de tevê nem aparece de Cartier, mas está salvando milhões de pessoas. Quando eu nasci, minha mãe era empregada doméstica e meu pai, órfão aos sete anos, empregado em uma farmácia. Morávamos em um bairro miserável em São Vicente (SP) chamado Vila Margarida. Eles são meus heróis. Conseguiram criar seus quatro filhos, que hoje estão bem. Acho lindo quando o Cafu põe uma camisa em que está escrito "100% Jardim Irene". É pena que a maior parte das pessoas esconda suas raízes. O resultado é um mundo vítima da depressão, doença que acomete hoje 10% da população americana. Em países como Japão, Suécia e Noruega, há mais suicídio do que homicídio. Por que tanta gente se mata? Parte da culpa está na depressão das aparências, que acomete a mulher que, embora não ame mais o marido, mantém o casamento, ou o homem que passa décadas em um emprego que não o faz se sentir realizado, mas o faz se sentir seguro.


ISTOÉ - Qual o resultado disso?
Shinyashiki - Paranóia e depressão cada vez mais precoces. O pai quer preparar o filho para o futuro e mete o menino em aulas de inglês, info! rmática e mandarim. Aos nove ou dez anos a depressão aparece. A única coisa que prepara uma criança para o futuro é ela poder ser criança. Com a desculpa de prepará-los para o futuro, os malucos dos pais estão roubando a infância dos filhos. Essas crianças serão adultos inseguros e terão discursos hipócritas. Aliás, a hipocrisia já predomina no mundo corporativo.


ISTOÉ - Por quê?
Shinyashiki - O mundo corporativo virou um mundo de faz-de-conta, a começar pelo processo de recrutamento. É contratado o sujeito com mais marketing pessoal. As corporações valorizam mais a auto-estima do que a competência. Sou presidente da Editora Gente e entrevistei uma moça que respondia todas as minhas perguntas com uma ou duas pa! lavras. Disse que ela não parecia demonstrar interesse. Ela me respondeu estar muito interessada, mas, como falava pouco, pediu que eu pesasse o desempenho dela, e não a conversa. Até porque ela era candidata a um emprego na contabilidade, e não de relações públicas. Contratei na hora. Num processo clássico de seleção, ela não passaria da primeira etapa.


ISTOÉ - Há um script estabelecido?
Shinyashiki - Sim. Quer ver uma pergunta estúpida feita por um presidente de multinacional no programa "O Aprendiz? -"Qual é seu defeito?" Todos respondem que o defeito é não pensar na vida pessoal: "Eu mergulho de cabeça na empresa. Preciso aprender a relaxar." É exatamente o que o chefe quer escutar. Por que você acha que nunca alguém respondeu ser desorganizado ou esquecido? É contratado quem é bom em conversar, em fingir. Da mesma forma, na maioria das vezes, são promovidos aqueles que fazem o jogo do poder. O vice-presidente de uma das maiores empresas do planeta me disse: "Sabe, Roberto, ninguém chega à vice-presidência sem mentir." Isso significa que quem fala a verdade não chega a diretor?


ISTOÉ - Temos um modelo de gestão que premia pessoas mal preparadas?
Shinyashiki - Ele cria pessoas arrogantes, que não têm a humildade de se preparar, que não têm capacidade de ler um livro até o fim e não se preocupam com o conhecimento. Muitas equipes precisam de motivação, mas o maior problema no Brasil é competência. Cuidado com os burros motivados. Há muita gente motivada fazendo besteira. Não adianta você assumir uma função para a qual não está preparado. Fui cirurgião e me orgulho de nunca um paciente ter morrido na minha mão. Mas tenho a humildade de reconhecer que isso nunca aconteceu graças a meus chefes, que foram sábios em não me dar um caso para o qual eu não estava preparado. Hoje, o garoto sai da faculdade achando que sabe fazer uma neurocirurgia. O Brasil se tornou incompetente e não acordou para isso.


ISTOÉ - Está sobrando auto-estima?
Shinyashiki - Falta às pessoas a verdadeira auto-estima. Se eu preciso que os outros digam que sou o melhor, minha auto-estima está baixa. Antes, o ter conseguia substituir o ser. O cara mal-educado dava uma gorjeta alta para conquistar o respeito do garçom. Hoje, como as pessoas não conseguem nem ser nem ter, o objetivo de vida se tornou parecer. As pessoas parece que sabem, parece que fazem, parece que acreditam. E poucos são humildes para confessar que não sabem. Há muitas mulheres solitárias no Brasil que preferem dizer que é melhor assim. Embora a auto-estima esteja baixa, fazem pose de que está tudo bem.


ISTOÉ - Por que nos deixamos levar por essa necessidade de sermos perfeitos em tudo e de valorizar a aparência?
Shinyashiki - Isso vem do vazio que sentimos. A gente continua valorizando os heróis. Quem vai salvar o Brasil? O Lula. Quem vai salvar o time? O técnico. Quem vai salvar meu casamento? O terapeuta. O problema é que eles não vão salvar nada! Tive um professor de filosofia que dizia: "Quando você quiser entender a essência do Ser humano, imagine a rainha Elizabeth com uma crise de diarréia durante um jantar no Palácio de Buckingham." Pode parecer incrível, mas a rainha Elizabeth também tem diarréia. Ela certamente já teve dor de dente, já chorou de tristeza, já fez coisas que não deram certo. A gente tem de parar de procurar super-heróis. Porque se os super-herói não segura a onda, todo mundo o considera um fracassado.


ISTOÉ - O conceito muda quando a expectativa não se comprova?
Shinyashiki - Exatamente. A gente não é super-herói nem superfracassado. A gente acerta, erra, tem dias de alegria e dias de tristeza. Não há nada de errado nisso. Hoje, as pessoas estão questionando o Lula em parte porque acreditavam que ele fosse mudar suas vidas e se decepcionaram. A crise será positiva se elas entenderem que a responsabilidade pela própria vida é delas.


ISTOÉ - É comum colocar a culpa nos outros?
Shinyashiki - Sim. Há uma tendência a reclamar, dar desculpas e acusar alguém. Eu vejo as pessoas escondendo suas humanidades. Todas as empresas definem uma meta de crescimento no começo do ano. O presidente estabelece que a meta é crescer 15%, mas, se perguntar a ele em que está baseada essa expectativa, ele não vai saber responder. Ele estabelece um valor aleatoriamente, os diretores fingem que é factível e os vendedores já partem do princípio de que a meta não será cumprida e passam a buscar explicações para, no final do ano, justificar. A maioria das metas estabelecidas no Brasil não leva em conta a evolução do setor. É uma chutação total.


ISTOÉ - Muitas pessoas acham que é fácil para o Roberto Shinyashiki dizer essas coisas, já que ele é bem-sucedido. O senhor tem defeitos?
Shinyashiki - Tenho minhas angústias e inseguranças. Mas aceitá-las faz minha vida fluir facilmente. Há várias coisas que eu queria e não consegui. Jogar na Seleção Brasileira, tocar nos Beatles (risos). Meu filho mais velho nasceu com uma doença cerebral e hoje tem 25 anos. Com uma criança especial, eu aprendi que ou eu a amo do jeito que ela é ou vou massacrá-la o resto da vida para ser o filho que eu gostaria que fosse. Quando olho para trás, vejo que 60% das coisas que fiz deram certo. O resto foram apostas e erros. Dia desses apostei na edição de um livro que não deu certo. Um amigão me perguntou: "Quem decidiu publicar esse livro?" Eu respondi que tinha sido eu. O erro foi meu. Não preciso mentir.


ISTOÉ - Como as pessoas podem se livrar dessa tirania da aparência?
Shinyashiki - O primeiro passo é pensar nas coisas que fazem as pessoas cederem a essa tirania e tentar evitá-las. São três fraquezas. A primeira é precisar de aplauso, a segunda é precisar se sentir amada e a terceira é buscar segurança. Os Beatles foram recusados por gravadoras e nem por isso desistiram. Hoje, o erro das escolas de música é definir o estilo do aluno. Elas ensinam a tocar como o Steve Vai, o B. B. King ou o Keith Richards. Os MBAs têm o mesmo problema: ensinam os alunos a serem covers do Bill Gates. O que as escolas deveriam fazer é ajudar o aluno a desenvolver suas próprias potencialidades.


ISTOÉ - Muitas pessoas têm buscado sonhos que não são seus?
Shinyashiki - A sociedade quer definir o que é certo. São quatro loucuras da sociedade. A primeira é instituir que todos têm de ter sucesso, como se eles não tivessem significados individuais. A segunda loucura é: "Você tem de estar feliz todos os dias." A terceira é: "Você tem que comprar tudo o que puder." O resultado é esse consumismo absurdo. Por fim, a quarta loucura: "Você tem de fazer as coisas do jeito certo." Jeito certo não existe. Não há um caminho único para se fazer as coisas. As metas são interessantes para o sucesso, mas não para a felicidade. Felicidade não é uma meta, mas um estado de espírito. Tem gente que diz que não será feliz enquanto não casar, enquanto outros se dizem infelizes justamente por causa do casamento. Você precisa ser feliz tomando sorvete, levando os filhos para brincar. Quando era recém-formado em São Paulo, trabalhei em um hospital de pacientes terminais. Todos os dias morriam nove ou dez pacientes. Eu sempre procurei conversar com eles na hora da morte. A maior parte pega o médico pela camisa e diz: "Doutor, não me deixe morrer. Eu me sacrifiquei a vida inteira, agora eu quero ser feliz." Eu sentia uma dor enorme por não poder fazer nada. Ali eu aprendi que a felicidade é feita de coisas pequenas. Ninguém na hora da morte diz se arrepender por não ter aplicado o dinheiro em imóveis.

Namastê
Beijos no coração!

♫♫♫♫ Nesse instante escutando – Colbie Ciallat - Realize ♫♫♫♫

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Viver despenteada...




Hoje aprendi que é preciso deixar que a vida te despenteie,
por isso decidi aproveitar a vida com mais intensidade…
O mundo é louco, definitivamente louco…
O que é gostoso, engorda. O que é lindo, custa caro.
O sol que ilumina o teu rosto enruga.
E o que é realmente bom dessa vida, despenteia…
- Fazer amor, despenteia.
- Rir às gargalhadas, despenteia.
- Viajar, voar, correr, entrar no mar, despenteia.
- Tirar a roupa, despenteia.
- Beijar à pessoa amada, despenteia.
- Brincar, despenteia.
- Cantar até ficar sem ar, despenteia.
- Dançar até duvidar se foi boa idéia colocar aqueles saltos gigantes essa noite, deixa seu cabelo irreconhecível…

Então, como sempre, cada vez que nos vejamos eu vou estar com o cabelo bagunçado…
mas pode ter certeza que estarei passando pelo momento mais feliz da minha vida.

É a lei da vida: sempre vai estar mais despenteada a mulher que decide ir no primeiro carrinho da montanha russa, que aquela que decide não subir.

Pode ser que me sinta tentada a ser uma mulher impecável, toda arrumada por dentro e por fora,
O aviso de páginas amarelas deste mundo exige boa presença:
Arrume o cabelo, coloque, tire, compre, corra, emagreça, coma coisas saudáveis, caminhe direito, fique séria…
e talvez deveria seguir as instruções, mas quando vão me dar a ordem de ser feliz?
Por acaso não se dão conta que para ficar bonita eu tenho que me sentir bonita…
¡A pessoa mais bonita que posso ser!

O único que realmente importa é que ao me olhar no espelho, veja a mulher que devo ser.
Por isso, minha recomendação a todas as mulheres:

Entregue-se, Coma coisas gostosas, Beije, Abrace, dance, apaixone-se, relaxe, Viaje, pule, durma tarde, acorde cedo, Corra, Voe, Cante, arrume-se para ficar linda, arrume-se para ficar confortável, Admire a paisagem, aproveite, e acima de tudo, deixa a vida te despentear!!!!

O pior que pode passar é que, rindo frente ao espelho, você precise se pentear de novo...


Beijos no coração!
Namastê!


♫♫♫♫ Nesse instante escutando – James Carrington - Ache ♫♫♫♫

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Valor intrínseco



Aquela poderia ser mais uma manhã como outra qualquer.
Eis que o sujeito desce na estação do metrô: vestindo jeans, camiseta e boné, encosta-se próximo à entrada, tira o violino da caixa e começa a tocar com entusiasmo para a multidão que passa por ali, bem na hora do rush matinal.

Mesmo assim, durante os 45 minutos em que tocou, foi praticamente ignorado pelos passantes.

Ninguém sabia, mas o músico era Joshua Bell, um dos maiores violinistas do mundo, executando peças musicais consagradas num instrumento raríssimo, um Stradivarius de 1713, estimado em mais de 3 milhões de dólares.

Alguns dias antes Bell havia tocado no Symphony Hall de Boston,onde os melhores lugares custam a bagatela de 1000 dólares.

A experiência, gravada em vídeo indiferentes ao som do violino.

A iniciativa realizada pelo jornal The Washington Post era a de lançar um debate sobre valor, contexto e arte.

A conclusão: estamos acostumados a dar valor às coisas quando estão num contexto.

Bell era uma obra de arte sem moldura.

Um artefato de luxo sem etiqueta de grife.

Esse é um exemplo daquelas tantas situações que acontecem em nossas vidas que são únicas, singulares e a que não damos a menor bola porque não vêm com a etiqueta de seu preço.

O que tem valor real para nós, independentemente de marcas, preços e grifes?

É o que o mercado diz que você deve ter, sentir, vestir ou ser?

Essa experiência mostra como, na sociedade em que vivemos, os nossos sentimentos e a nossa apreciação de beleza são manipulados pelo mercado, pela mídia e pelas instituições que detém o poder financeiro.

Mostra-nos como estamos condicionados a nos mover quando estamos no meio do rebanho.

Mostra-nos, ainda, que a maioria das pessoas só valorizam aquilo que está precificado.

"O preconceito é o filho da ignorância."
Willian Hazlitt




E você... já olhou pro lado e deu o devido valor a quem realmente importa?

Beijos no coração!
Namastê!

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Festa no apartamento do vizinho!



Anos atrás a cantora Marina compôs com o irmão dela, o poeta Antônio Cícero, uma música que dizia: "eu espero/acontecimentos/só que quando anoitece/é festa no outro apartamento". Passei minha adolescência inteira com esta sensação: a de que algo muito animado estava acontecendo em algum lugar, porém eu não havia sido convidada.

Até aí, nada de novo. Não há um único ser humano que já não tenha se sentido deslocado e impedido de ser feliz como os outros são - ou aparentam ser. O problema está em como a gente reage a isso. A grande maioria que espera "acontecimentos" fica ligada demais na festa do vizinho, se perguntando: como fazer para ser percebido? A resposta deveria ser: percebendo-se a si mesmo. Mas é o contrário que acontece: a gente passa a se vestir como todo mundo, falar como todo mundo, pensar como todo mundo. Só então consegue passe livre: ok, agora você é um dos nossos, a casa é sua.

As festas em outros apartamentos são fruto da nossa imaginação tão infectada por falsos holofotes, falsos sorrisos e falsas notícias de jornal. As pessoas alardeiam muito suas vitórias, mas falam pouco das suas angústias, revelam pouco suas aflições, não dão bandeira das suas fraquezas, então fica parecendo que todos estão comemorando grandes paixões e fortunas, quando na verdade a festa lá fora não está tão animada assim.

É preciso amadurecer para descobrir que a grama do vizinho não é mais verde coisíssima nenhuma. Estamos todos no mesmo barco, com motivos pra dançar pela sala e também motivos pra se refugiar no escuro, alternadamente. Só que os motivos pra se refugiar no escuro não costumam ser revelados. Pra consumo externo, todos são belos, lúcidos, íntegros, perfeitos. "Nunca conheci quem tivesse levado porrada/todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo". Fernando Pessoa sacando que nada é o que parece ser.

Sua solidão, sua busca por paz interior, seus poucos e leais amigos, seus livros, suas músicas, fantasias, desilusões e recomeços, tudo isso vale ser incluído na sua biografia, e pode ser mais divertido que uma balada em algum lugar distante. Pegar carona na alegria dos outros é preguiça, e quase sempre é furada. Quer festa? Promova-a dentro do seu apartamento.

Namastê!
Beijos no coração!


♫♫♫♫ Nesse instante escutando – Roupa Nova (Participação Ben Brothers – Londres 2009) - Reacender ♫♫♫♫ (04/06/09)

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Riscos




Rir é correr o risco de parecer tolo.
Chorar é correr o risco de parecer sentimental.
Estender a mão é correr o risco de se envolver.
Expor seus sentimentos é correr o risco de mostrar seu verdadeiro eu.
Defender seus sonhos e idéias diante da multidão é correr o risco de perder as pessoas.
Amar é correr o risco de não ser correspondido.
Viver é correr o risco de morrer.
Confiar é correr o risco de se decepcionar.
Tentar é correr o risco de fracassar.
Mas os riscos devem ser corridos, porque o maior perigo é não arriscar nada.
A pessoa que não corre nenhum risco não faz nada, não tem nada e não é nada.
Elas podem até evitar sofrimentos e desilusões, mas elas não conseguem nada...
Não amam... não vivem...
Acorrentadas por suas atitudes, elas viram escravas, privam-se de sua liberdade.
Somente a pessoa que corre riscos é livre.


Namaste

sábado, 2 de maio de 2009

Nunca desista...



Existem pedras, não desista de andar...
Existem barreiras, não desista de passar...
Existem os nós, é preciso desatar...
Existe o desânimo, é a pior coisa que há...
A estrada é longa, não desista de chegar...
Existe o cansaço, é preciso caminhar...
Existe a derrota, você nasceu para ganhar...
Existe o desamor, é fundamental amar...
Tenha coragem, jamais desista, ame sempre, não tenha medo de ser feliz, pois cada oportunidade ou barreira é um aprendizado para seguir a vida em frente e lutar por sua felicidade!

Bom fim de semana!!!!!!

Beijos no coração!

Namastê!

♫♫♫♫ Nesse instante escutando – Matt Wertz – Everything’s Right ♫♫♫♫

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Quando então?


Créditos: Da série "Experiências Fotográficas" ... Tree-Clock-Sky [versão cinza] By Lukein

...

Alguém aí já deixou pra amanhã aquela vontade louca de fazer xixi? Ou, quem sabe, fez jejum por opção, deixando um bife suculento no prato hoje por uma promessa de uma refeição mais “gorda” no amanhã?? Melhor ainda: já conseguiu ficar com a boca seca, rachando, e colocar o copo d´água de lado até o amanhã chegar??? Se vocês me disserem que fizeram dessas aí de cima, vou começar a achar que precisam urgentemente do telefone da minha terapeuta… Sei que, de perto, ninguém é normal, mas sei também que há um tanto de normalidade que faz parte da vida de todo mundo. Se não dá pra deixar pra depois comer, beber, fazer as devidas necessidades fisiológicas funcionarem a contento, que alguém me explique por quê é que algumas pessoas acham que dá pra deixar pra amanhã aquele abraço, aquele beijo, aquele carinho, aquela palavra??????????????? Emoção também tem hora certa pra ter vazão, acreditem. Se é no agora que eu sinto saudade, é no agora que vou querer dar aquele telefonema, mandar aquele email, ver aquela pessoa especial…Da mesma forma, se é hoje que eu preciso de alguma atenção, é hoje que preciso de um sinal positivo do lado de lá. Não é amanhã. Não é durante a semana que vem. Não é “depois”. Não é no tempo que sobrou, no tempo que não foi preenchido, no tempo que parece “menos”. Eu quero o tempo que tem valor, aquele tempo que a gente reserva só e unicamente pra estar com alguém na hora em que tem vontade — ou na hora em que esse alguém verbaliza alguma fragilidade, alguma alegria, alguma necessidade qualquer de compartilhar. Essa coisa do depois do shopping, depois do cinema, depois do trabalho, enfim, depois dos outros, sejam eles pessoas ou compromissos, não é legal. Não prioriza. Não gera empatia (lembram desse conceito?). E isso não é birra minha, não. Não é querer ser o centro do mundo, não. É porque eu penso que os relacionamentos (homemXmulher, paisXfilhos, amigosXamigos, etc) fluem melhor quando a tal lei da Ação e Reação funciona de maneira equilibrada. Claro que ninguém aqui vai dar amor esperando receber de volta do mesmo jeito, na mesma intensidade, na hora em que bate o pé. Até porque cada um é cada um e cada um tem sua maneira particular de expressar sentimentos. Mas, peraí, Madre Tereza de Calcutá, doadora universal, só tem uma e, na real, nem é disso que eu tou falando… Tou falando da atenção que todos deveríamos prestar àquelas necessidades verbalizadas. Se alguém chega junto e pede um tempinho do seu dia, doe os cinco minutos na hora. Faça das tripas coração pra estar presente, fisicamente ou não, no momento em que o pedido chega aos seus ouvidos. Não deixe pra depois, não…Sabe por quê? Porque esse tempo futuro aí não existe. Nele, a gente, de um jeito ou de outro, acaba se resolvendo sozinho…O que não é ruim por si só, porque, já dizia o ditado, o que não nos mata, nos fortalece, mas vai construindo um caminho ao contrário. Em vez de uma ponte para o sempre, vira uma ponte para o talvez, depois, quem sabe, algum dia…

...

Beijos no coração!
Namastê!

♫♫♫♫ Nesse instante escutando – Lara Fabian – Otro amor vendra ♫♫♫♫

quarta-feira, 22 de abril de 2009

O Presente...



Olá a todos... como foi o feriado de vcs? o meu foi como sempre... me reuni com a familia, ri um monte, comi mais um monte, naveguei na net, me estatelei na cama, li, e por final assisti um bom filme (coisa que quem me conhece, sabe que sou viciada) e é sobre esse filme o post de hoje.

Nada acontece por acaso na vida da gente... tenho me sentido um tanto chateada ultimamente e na segunda decidi passar na locadora e procurar um bom filme, algo que me animasse um pouco, fui sem ter um título em mente... pois é... acabei indo em 3 locadoras diferentes para poder achar o tal filme (que eu não sabia qual era), coisa que nunca tinha feito antes, sempre entrava e se nada me agradava, pegava o melhorzinho que aparecia, mas naquele dia não fiz isso, na terceira e ultima locadora me deparei com esse filme, "O Presente", a capa não chamou a minha atenção mas resolvi levar já que estava cansada de procurar, o atendente da locadora me disse que o filme era muito bom e valia por 3, achei exagero e não me empolguei... mas ao assistir, grata surpresa... o filme dá uma chacoalhada boa na gente, mostra o quanto temos que acordar para vida e fazer com que as coisas realmente valham a pena... aconteceu o que eu precisava pra realinhar minha energia novamente... deveriamos ter mais possibilidades de assistir a filmes assim, as pessoas precisam ter sua esperança renovada sempre...

A nossa energia deve ser vigiada e protegida constantemente, senão acontece o que tá acontecendo comigo, se por algum motivo a deixarmos baixar, desalinhar, tudo que não nos faz bem, nos atinge.

Concentrar, respirar, mentalizar, meditar, ter bons pensamentos e desejos, valorizar e vivenciar cada um dos itens que seguem... Trabalho; Dinheiro; Amigo; Conhecimento; Problemas; Familia; Risada; Sonhos; Doação; Gratidão; Dia; Amor;

Enfim desfrutar do melhor presente....... A VIDA!

Beijos no coração!
Namastê!

♫♫♫♫ Nesse instante escutando – BNH – Becouse I Love You ♫♫♫♫

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Odeio...



Odeio...

Odeio-te por existir
Odeio teu nome e ter de pronunciá-lo
Odeio ter te conhecido
Odeio você ter aparecido em minha vida
Odeio você ter me amado
E ter aprendido a amar você

Odeio tudo que vivemos
Odeio ter chorado
Odeio os sorrisos que te dei
Odeio ter me machucado por você

Odeio não ter visto você partir
E mais ainda ter acolhido sua chegada
Odeio ter te mostrado o caminho certo
E não ter seguido contigo

Odeio me ver chorar
Odeio ter te amado
E por não mais me amar quando me deixou

Odeio teu riso
Odeio teu jeito
Odeio você ter ido
Odeio ter te pedido pra ficar

Odeio tua sombra
Odeio teus vestígios
Odeio tua voz em meus ouvidos
Odeio ter teu rosto em minha mente
Odeio não ter apagado isso antes

Odeio ter lamentado
Odeio as lágrimas que derramei [em vão]
Odeio ter que esquecer
Odeio muito mais sofrer

Odeio tudo que envolve você!

Odeio minha vida por você ter pertencido
Odeio tudo o que fiz
e mais ainda tudo que deixei de fazer...
Por mim, por você...

Odeio tudo que ficou
Odeio tudo que desmoronou

Odeio não querer mais amar
Odeio não querer mais passar
Odeio odiar um nada, um vazio VOCÊ!

Odeio tudo o que você faz
Odeio tudo o que você fez
Por mim, por nós...

Odeio ter te esquecido
Odeio saber que jamais seria feliz contigo

Odeio a marca que teu nome deixou
Odeio a cicatriz que ficou
Odeio saber que é tudo por um triz
Odeio por muito tempo não ter sido feliz

Odeio não poder falar o quanto estou a te odiar
Odeio voltar a calar

Odeio-te por odiar tanto você, e não poder me libertar desse ódio

Odeio-te por ter esvaziado meu coração de bons sentimentos por você

Odeio-te por ter me mostrado que posso amar e odiar você, com a mesma intensidade, ou mais, muito mais, em tão pouco tempo!


*******************************

O texto acima adaptado por mim, postei em agosto de 2005 em um outro blog que eu tinha, estava vivendo uma das piores fases da minha vida... hoje me deparei com ele novamente e passado alguns anos... perdebi que esse sentimento só adormeceu, não desapareceu, não mudou...

...

♫♫♫♫ Nesse instante escutando – Carla Bruni - Quelqu'un Ma dit ♫♫♫♫

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Tem alguém aí???????????


"Nesse momento há 6 bilhões, 470 milhões, 818 mil, 671 pessoas no mundo...
...algumas estão fugindo assustadas.
...algumas estão voltando pra casa.
...algumas dizem mentiras pra suportar o dia.
...outras estão somente agora enfrentando a verdade.
...alguns são maus indo contra o bem.
...e alguns são bons lutando contra o mal.
...seis bilhões de pessoas no mundo,
...seis bilhões de almas...
...e as vezes tudo que precisamos é apenas uma!"

One Tree Hill

...

Beijos no Coração!
Namastê!

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Dúvidas Pascais!



- Papai, o que é Páscoa?
- Ora, Páscoa é...... bem ....... é uma festa religiosa!
- Igual Natal?
- É parecido. Só que no Natal comemora-se o nascimento de Jesus, e na Páscoa, se não me engano, comemora-se a sua ressurreição.
- Ressurreição?
- É ressurreição. Marta, vem cá!
- Sim?
- Explica pré esse menino o que é ressurreição pra eu poder ler o meu jornal.
- Bom, meu filho, ressurreição é tornar a viver após ter morrido. Foi o que aconteceu com Jesus, três dias depois ter sido crucificado. Ele ressuscitou e subiu aos céus. Entendeu?
- Mais ou menos......... Mamãe, Jesus é um coelho?
- Que é isso menino? Não me fale uma bobagem dessas! Coelho! Jesus Cristo é o Papai do Céu! Nem parece que esse menino foi batizado! Jorge, esse menino não pode crescer desse jeito, sem ir numa missa pelo menos aos domingos. Até parece que não lhe demos uma educação cristã! Já pensou se ele solta uma besteira dessas na escola? Ave Maria!
- Mamãe, mas o Papai do Céu não Deus?
- É filho, Jesus e Deus são a mesma coisa. Você vai estudar isso no catecismo. É a Trindade. Deus é Pai, Filho e Espírito Santo.
- O Espírito Santo também é Deus?
- É sim.
- E Minas Gerais?
- Sacrilégio!
- é por isso que a Ilha da Trindade fica perto do Espírito Santo?
- Não é o Estado do Espírito Santo que compõe a Trindade, meu filho, é o Espírito Santo de Deus. é um negócio meio complicado, nem a mamãe entende direito. Mas quando você for no catecismo a professora explica tudinho!
- Bom, se Jesus não é um coelho, quem é o coelho da Páscoa?
- Eu sei lá! É uma tradição. É igual a Papai Noel, só que ao invés de presente ele traz ovinhos.
- Coelho bota ovo?
- Chega! Deixa eu ir fazer o almoço que eu ganho mais!
- Papai, não era melhor que fosse galinha da Páscoa?
- Era, era melhor, ou então urubu.
- Papai, Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, né? Que dia Ele morreu?
- Isso eu sei: na sexta-feira santa.
- Que dia e que mês?
- ???????? sabe que eu nunca pensei nisso? Eu só aprendi que ele morreu na sexta-feira santa e ressuscitou três dias depois, no sábado de aleluia.
- Um dia depois.
- Não, três dias.
- Então Ele morreu na quarta-feira.
- Não, morreu na sexta-feira santa....... ou terá sido na quarta-feira de cinzas? Ah, garoto,vê se não me confunde! Morreu na sexta mesmo e ressuscitou no sábado, três dias depois!
- Como?
- Pergunte á sua professora de catecismo!
- Papai, por que amarraram um monte de bonecos de pano lá na rua?
- É que hoje é sábado de aleluia, e o pessoal vai fazer a malhação do Judas.
Judas foi o apóstolo que traiu Jesus.
- O Judas traiu Jesus no sábado?
- Claro que não! Se ele morreu na sexta!!!
- Então por que eles não malhar o Judas no dia certo?
- É, boa pergunta. Filho, atende o telefone pro papai. Se for um tal de Rogério diz que eu saí.
- Alô, quem fala?
- Rogério Coelho Pascoal. Seu pai está?
- Não, foi comprar ovo de Páscoa. Ligue mais tarde, tchau.
- Papai, qual era o sobrenome de Jesus?
- Cristo. Jesus Cristo.
- Só?
- Que eu saiba sim, por quê?
- Não sei não, mas tenho um palpite de que o nome dele era Jesus Cristo Coelho. Só assim esse negócio de coelho da Páscoa faz sentido, não acha?
- Coitada!
- Coitada de quem?
- Da sua professora de catecismo!!!!

Luís Fernando Veríssimo

Beijos no coração!
Namastê!

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Vida Saudável - Parte 4




Os cinco mandamentos de Mauricio Hirata, clínico geral


1- Arrume um espaço na agenda para fazer ginástica.
2- Coma alimentos saudáveis. Se for o caso, leve a comida de casa.
3- Ponha um comedouro para pássaros na janela de sua casa ou apartamento e observe os movimentos dos animais. "É excelente para relaxar".
4- Não perca muito tempo de seu dia no trânsito. Se você mora longe do trabalho, mude-se para mais perto.
5- Deixe a janela do quarto entreaberta se você tem dificuldade em acordar de manhã. A luz ajuda o cérebro a perceber que já é dia.

Beijos no coração!
Namastê!

sábado, 4 de abril de 2009

Vida Saudável - Parte 3


Oiiiiiii
Demorei pra aparecer né...... muita correria essa vida, e muito desânimo tbem...... mas vamos ao posto... sequencia de dicas para uma vida saudável!!!!!!!

Os cinco mandamentos de Fernanda Lima e Ari Stiel Radu, reumatologistas

1- Não pratique exercícios em locais expostos à poluição, como avenidas movimentadas. Escolha horários com menos tráfego ou deixe para se exercitar em casa, numa esteira, por exemplo.
2- A regularidade traz mais benefícios à saúde do que a intensidade da atividade física.
3- Fique atento à postura. Se você não se cuidar, todo o esforço com atividades fisicas poderá ser em vão.
4- Seja paciente com seu corpo. Em um mês, você não vai recupar o atraso de dez anos.
5- Evite exercitar-se em horários de calor excessivo, para não sofrer desidratação.

Beijos no coração!
Namaste

segunda-feira, 23 de março de 2009

Vida Saudável - Parte 2


Os cinco mandamentos de Alfredo Halpern, endocrinologista

1- Não se culpe por ser gordo. Procure ajuda e emagreça.
2- Fuja das fórmulas mágicas e das dietas milagrosas. O que vale é aprender a comer.
3- Não há alimento proibido. O segredo é não exagerar em nada.
4- É possível comer bem e ter um peso normal.
5- Obesidade é uma doença e, às vezes, seu tratamento requer a intervenção de medicamentos. Mas lembre-se: eles precisam ser receitados por um médico.

Beijos no coração!
Namastê!

sexta-feira, 20 de março de 2009

Vida Saudável - Parte 1



Olá queridos...

Como estão todos? Espero que bem... eu que tenho passado alguns dias meio "jururu", mas sei que isso logo passa...deve ser TPM...

Mas não vim falar disso, estive organizando meus inúmeros e-mails e econtrei vários com dicas e bons conselhos para se ter uma vida saudável... Somos conhecedores de todos os conselhos abaixo mas, nunca é demais rever e procurar colocá-los em prática! Não que eu siga todos eles, mas vamos tentando mudar os hábitos aos poucos... serão vários posts sobre isso... segue o primeiro...



Os onze mandamentos de Nuno Cobra, preparador físico!


1- Durma pelo menos oito horas e tente acordar sem despertador. "Ele é uma agressão ao organismo".
2- Alimente-se em pequenas quantidades a cada três horas.
3- Cheire a comida, pegue as folhas com as mãos e mastigue o mais devagar possível.
4- Exerça alguma atividade física pelo menos três vezes por semana. Uma hora de caminhada pode ser praticada por qualquer pessoa, em qualquer lugar, e é suficiente para obter os benefícios do esporte.
5- Evite ficar nervoso. Em situações de stress, experimente bocejar e espreguiçar.
6- Dedique pelo menos quinze minutos do dia à meditação. Escolha um local silencioso, sente-se numa posição confortável e se esqueça da vida.
7- Tome ao menos dois banhos frios por dia. Esse hábito é energizante.
8- Nenhum tratamento irá funcionar se você não abandonar seus vícios, a começar pelo cigarro.
9- Quando fizer exercícios físicos, concentre-se apenas neles. Não leia enquanto pedala na bicicleta nem ouça música enquanto corre.
10- Preste atenção ao fluxo de ar que entra e sai de seu pulmão e procure respirar mais profundamente.
11- Faça elogios com mais freqüência. Essa tática funciona como um ímã e faz com que todos queiram estar a seu lado.

Amanhã tem mais!!!!!

Beijos no coração!
Namastê!

♫♫♫♫ Nesse instante escutando – O Teatro Mágico - O Anjo mais velho! ♫♫♫♫

sexta-feira, 13 de março de 2009

Curiosidades sobre o corpo humano...


Você sabia....

* A comida leva sete segundos para ir da boca ao estômago.
* Um fio de cabelo agüenta o peso de 3 kg.
* O tamanho médio do pênis é três vezes o comprimento do polegar.
* O fêmur é mais forte que concreto.
* O coração da mulher bate mais rápido que o do homem.
* Existem aproximadamente um trilhão de bactérias em cada pé.
* As mulheres piscam duas vezes mais que os homens.
* O peso médio da pele é duas vezes maior que o do cérebro.
* Seu corpo utiliza mais de 300 músculos para manter o equilíbrio quando está parado em pé.
* Se a saliva não consegue dissolver algo, não se consegue sentir seu sabor.
* As mulheres que estão lendo este texto já terminaram.
* Os homens ainda estão ocupados medindo seus polegares...


:)


Beijos no coração!
Namastê!

quarta-feira, 11 de março de 2009

Manual de Preservação da Espécie...

O Dia Internacional das Mulheres já passou... mas não poderia deixar de postar uma mensagem para essas guerreiras....



O desrespeito à natureza tem afetado a sobrevivência de vários seres e entre os mais ameaçados está a fêmea da espécie humana.
Tenho apenas um exemplar em casa, que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na verdade acredito que é ela quem me mantém. Portanto, por uma questão de auto-sobrevivência, lanço a campanha 'Salvem as Mulheres!'.
Tomem aqui os meus parcos conhecimentos em fisiologia da feminilidade a fim de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam:

Habitat
Mulher não pode ser mantida em cativeiro. Se for engaiolada, fugirá ou morrerá por dentro. Não há corrente que as prenda e as que se submetem à jaula perdem o seu DNA.
Você jamais terá a posse de uma mulher, o que vai prendê-la a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente.

Alimentação correta
Ninguém vive de vento. Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância.
É coisa de homem, sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro.
Beijos matinais e um 'eu te amo' no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia.
Um abraço diário é como a água para as samambaias. Não a deixe desidratar.
Flores também fazem parte de seu cardápio.
Mulher que não recebe flores murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e brutalidade.
Pelo menos uma vez por mês é necessário, senão obrigatório, servir um prato especial. Música ambiente e um espumante num quarto de hotel são muito bem digeridos e ainda incentivam o acasalamento o que, além de preservar a espécie, facilitam a sua procriação.

Respeite a natureza
Você não suporta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia, discutir a relação...
Se quiser viver com uma mulher, prepare-se para isso.
Não tolha a sua vaidade. É da mulher hidratar as mechas, pintar as unhas, passar batom, gastar o dia inteiro no salão de beleza, colecionar brincos, comprar sapatos, ficar horas escolhendo roupas no shopping.

Cérebro feminino não é um mito
Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na existência do cérebro feminino.
Por isso, procuram aquelas que fingem não possuí-lo (e algumas realmente o aposentaram!).
Então, agüente mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de decoração.
Se você se cansou de colecionar bibelôs, tente se relacionar com uma mulher.
Algumas vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que você.
Não fuja dessas, aprenda com elas e cresça. E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com os homens, a inteligência não funciona como repelente para as mulheres.

Não faça sombra sobre ela
Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar você vai pegar um bronzeado.
Porém, se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda.
Aceite: mulheres também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar.
O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios.
Ele sabe que preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a si mesmo.

Salvem as mulheres!

Fábio Reynol - Jornalista e Escritor


Beijos no coração!
Namastê!

quarta-feira, 4 de março de 2009

Terra frágil



Olá meus amigonautas...

Estive uns dias de férias e por isso o blog ficou parado, retornei ao trabalho em pleno fechamento de mês e por isso não tenho postado... mas a pouco recebi uma frase perfeita, que eu não podia deixar de compartilhar.

"Fala-se tanto da necessidade de deixar "um planeta melhor para os nossos filhos", e esquece-se da urgência de deixarmos "filhos melhores (educados, compassivos, responsáveis) para o nosso planeta".."
(autor desconhecido)


Beijos no coração!
Namastê!

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Prazer pela metade...

Boa tarde... estava sem inspiração e atarantada de coisas pra fazer, procurando um documento que simplesmente desapareceu do departamento, qdo volto para o meu micro e encontro o texto abaixo que meu chefe tinha acabado de me mandar... simplesmente encaixou completamente com o que venho sentindo, e vi que queria muito mandar todas as "regras e normas do bem viver" para os quiabos, tô cansada de cuidar de tudo, estou me sentindo constantemente apreensiva e isso não está me deixando feliz... fácil é dizer que a gente conserta depois... mas a bem verdade é que vivemos de meias porções e achamos que é isso apenas que nos cabe... vamos ao texto que desconheço o autor!


Não há nada que me deixe mais frustrada do que pedir sorvete de sobremesa, contar os minutos até ele chegar e aí ver o garçom colocar na minha frente uma bolinha minúscula do meu sorvete preferido. Uma só. Quanto mais sofisticado o restaurante, menor a porção da sobremesa.

Aí a vontade que dá é de passar numa loja de conveniência, comprar um litro de sorvete bem cremoso e saborear em casa com direito a repetir quantas vezes a gente quiser, sem pensar em calorias, boas maneiras ou moderação.

O sorvete é só um exemplo do que tem sido nosso cotidiano.

A vida anda cheia de meias porções, de prazeres meia-boca, de aventuras pela metade. A gente sai pra jantar, mas come pouco.

Vai à festa de casamento, mas resiste aos bombons.


Conquista a chamada liberdade sexual, mas tem que fingir que é difícil a imensa maioria das mulheres continua com pavor de ser rotulada de 'fácil').

Adora tomar um banho demorado, mas se contém pra não desperdiçar os recursos do planeta.

Quer beijar aquele cara 20 anos mais novo, mas tem medo de fazer papel ridículo.

Tem vontade de ficar em casa vendo um DVD, esparramada no sofá, mas se obriga a ir malhar. E por aí vai.

Tantos deveres, tanta preocupação em 'acertar', tanto empenho em passar na vida sem pegar recuperação...

Aí a vida vai ficando sem tempero, politicamente correta e existencialmente sem-graça, enquanto a gente vai ficando melancolicamente sem tesão...

Às vezes dá vontade de fazer tudo 'errado' ? deixar de lado a régua, o compasso, a bússola, a balança e os 10 mandamentos.

Ser ridícula, inadequada, incoerente e não estar nem aí pro que dizem e o que pensam a nosso respeito. Recusar prazeres incompletos e meias porções.

Até Santo Agostinho, que foi santo, uma vez se rebelou e disse uma frase mais ou menos assim:

'Deus, dai-me continência e castidade, mas não agora'...

Nós, que não aspiramos à santidade e estamos aqui de passagem, podemos (devemos?) desejar várias bolas de sorvete, bombons de muitos sabores, vários beijos bem dados, a água batendo sem pressa no corpo, o coração saciado.

Um dia a gente cria juízo.
Um dia.
Não tem que ser agora.

Por isso, garçom, por favor, me traga: cinco bolas de sorvete de chocolate, um sofá pra eu ver 10 episódios do 'Law and Order', uma caixa de trufas bem macias e o Richard Gere, nu, embrulhado pra presente. OK?

Não necessariamente nessa ordem.

Depois a gente vê como é que faz pra consertar o estrago!



Beijos no coração!
Namastê!

♫♫♫♫ Nesse instante escutando – Zélia Duncan – Enquanto Durmo! ♫♫♫♫

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Fim




"Começamos a morrer no momento em que nascemos, e o fim é o desfecho do início."
Marcus Manilius

Ontem nos disse Adeus o meu tio avô Bruno Montanari...

Fique em Paz!!!!!!

Beijos no coração!
Namastê!!!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Mulheres sem culpa

Oi queridos amigonautas...
 
Como é bom na nossa correria do dia, parar para ler algo e nos deparar com um texto tão gostoso e tão verdadeiro como esse da Martha Medeiros que terão oportunidade de ler em seguida...  não é nada do outro mundo, mas são coisas que muitas vezes não nos atentamos para o que está acontecendo, o que estamos fazendo da vida da gente... enfim... apreciem o texto e tirem suas próprias conclusões!
 
Beijos no coração!!!!
Namastê!!!!!
 
 

Mulheres sem culpa

 
        'Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes. Sou a Miss Imperfeita, muito prazer. Uma imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional, mãe e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho minha grana, vou ao supermercado três vezes por semana, decido o cardápio das refeições, levo os filhos no colégio e busco, almoço com eles, estudo com eles, telefono para minha mãe todas as noites, procuro minhas amigas, namoro, viajo, vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e-mails, faço revisões no dentista, mamografia, caminho meia hora diariamente, compro flores para casa, providencio os consertos domésticos, participo de eventos e reuniões ligados à minha profissão e ainda faço escova toda semana - e as unhas! E, entre uma coisa e outra, leio livros.
        Portanto, sou ocupada, mas não uma  workaholic. Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres.
        Primeiro: a dizer NÃO. Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO. Culpa por nada, aliás.
        Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero. Pois inclua na sua lista a Culpa Zero.
        Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros. Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho.
        Você não é Nossa Senhora. Você é, humildemente, uma mulher.
        E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante. Porque vida interessante não é ter a agenda lotada, não é ser sempre politicamente correta, não é topar qualquer projeto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável.
        É ter tempo. Tempo para fazer nada. Tempo para fazer tudo. Tempo para dançar sozinha na sala. Tempo para bisbilhotar uma loja de discos.
        Tempo para sumir dois dias com seu amor. Três dias. Cinco dias! Tempo para uma massagem. Tempo para ver a novela. Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza. Tempo para fazer um trabalho voluntário. Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto. Tempo para conhecer outras pessoas. Voltar a estudar. Para engravidar. Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado. Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir.
        Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal. Existir, a que será que se destina? Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra.
        A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada. Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem.
        Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si. Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo!
        Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente.
        Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir. Desde que lembre de separar alguns bons momentos da semana para usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela.
        Desacelerar tem um custo. Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C.
        Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso, francamente, está precisando rever seus valores. E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante'.
 
Martha Medeiros
 
♫♫♫♫ Nesse instante escutando – Maria Cecília e Rodolfo – Você de volta! ♫♫♫♫